sobre mim

Comecei a fotografar com uma Leica III de 1945 e não parei mais. Foi paixão à primeira vista que aumenta a cada clique.

E desde então procuro descobrir com qual estilo de fotografia me identifico, o que mais gosto.

Venho fazendo experiências para descobrir, fotografando lugares, natureza e pessoas.

E qual a conclusão? Que a fotografia é um universo infinito, fascinante e sempre surpreendente.

A resposta é simplesmente fotografar, clicar de uma maneira única, singular e própria, descobrindo em cada imagem uma nova forma de ver o mundo. Da maneira que minhas lentes captam cenários, contrastes, cores, formas e detalhes.

E isso é o proprioclic: clicado com o dedo, enquadrado com o olho, mas revelado com o coração.

Scroll Up